quinta-feira, dezembro 07, 2006

Papelão das torcidas organizadas

Foto: Nicolau Júnior
Há três dias do último Gre-Nal tive a oportunidade de conversar com o atacante Fernandão em um evento na Secretaria da Justiça e da Segurança (SJS), organizado em conjunto com a brigada militar, polícia civil, ministério público e outras entidades ligadas à segurança pública. O objetivo era coibir a violência nos estádios. Mesmo com a adoção de medidas mais drásticas para punir os responsáveis pelas confusões, alguns incidentes foram registrados naquela partida.
O impressionante é que até quando não há jogos entre a dupla Gre-Nal, os baderneiros ainda insistem em protagonizar atos lamentáveis. Durante a despedida do Inter da sua torcida, novamente alguns desprezáveis torcedores entraram em confronto com policiais da brigada militar. Era para ser somente uma festa, e, mais uma vez, o que vimos é para ser esquecido, mas não deve.
Como se não bastasse tamanha irresponsabilidade fui ao estádio Beira-Rio cobrir um evento que ocorria no Gigantinho no mesmo dia. Na chegada de alguns torcedores da organizada Camisa 12, na avenida Padre Cacique, vi que alguns deles "surfavam" no teto do veículo. Uma barbariedade. Rapidamente tirei umas fotos e fui obrigado a ouvir as piores ofensa. O pior é que eles acham que estão certos. Só para lembrar que domingo, no jogo contra o Goiás, esses mesmos torcedores se envolveram, mais uma vez, em uma briga. Dessa vez foi o com o pessoal da popular. Os torcedores da Camisa 12 chegaram a acender rojões e, ao invés de atirar para o alto, miraram na direção de quem estava nquela parte das arquibancadas. E as crianças? E os pais? E quem não tem nada a ver com isso?
Está na hora da direção do Inter tomar providências. Sou testemunha ocular de como agem torcedores de organizada, pois vou ao Beira-Rio e sempre sento nas inferiores. Em nenhum momento se preocupam em torcer. São marginais infiltrados. Tem que extingüí-los, pois só assim irão acabar com isso. Se as providências demorarem a ser tomadas os dirigentes sofrerão conseqüências graves.

Um comentário:

Jeison Karnal disse...

Fotos - devidamente creditadas - no www.karnalblog.blogspot.com