sexta-feira, outubro 24, 2008

Movimento contra brasileiros

Hoje li uma matéria em um site desses de esporte que falam de tudo e ao mesmo tempo não falam nada, se é que dá para entender. Entretanto, uma matéria me chamou a atenção. Ela descrevia algumas frases de torcedores do Real Madrid se manifestando contra a contratação do jovem atleta Douglas Costa, que ainda não jogou cinco partidas pelos profissionais do Grêmio e já despertou o interesse de clubes europeus. Isso tem muito a ver com o olho grande e gordo de empresários interesseiros. Isso é decepar, arrancar brutalmente um talento que pode render ainda mais, futuramente para o clube de forma irracional.
Pato, por exemplo, jogava muito mais do que está jogando hoje no Milan. Anderson, herói na batalhas dos Aflitos, tinha um futebol simplesmente fantástico antes de ir para o Porto e agora no Manchester, onde atua como volante. Lamentável.
Mas sem descontextualizar, vamos aos fatos. Na matéria alguns torcedores chamaram os jogadores brasileiros de mercenários, afirmaram que vão para a Espanha apenas para fazer festa e que não valem um terço do que é investido neles. Teve torcedor que chamou o Douglas Costa de outro Robinho. Para vermos que nem tudo são rosas, nem tudo é belo por lá. Quem se ilude que vai ter vida fácil, vai encontrar muitas dificuldades e, sem uma boa estrutura psicológica, facilmente se perdem e perdem o principal de tudo, o seu talento.
Mas é de se salientar algo interessante nisso tudo. Se é essa a impressão que alguns torcedores tem dos jogadores brasileiros é necessário uma pausa para reflexão. Se o ganha pão dos nossos clubes são esses talentos que vão, lamentávelmente, embora ainda meninos, é preciso algo a mais para mudar essa imagem, para que os dirigentes de clubes europeus não comecem a diminuir as ofertas por nossos craques precoces, e para que esse movimento de que é preciso investir nos talentos europeus, como foi sugerido, não se desenvolva de maneira descontrolada.
Volto a repetir. É preciso mandar alguns gananciosos empresários darem um tempo ao invés de ficar fazendo pressão para que as negociações sejam efetivadas o mais rápido possível, pensando apenas no seu bolso.
Não é hora de vender Douglas Costa e tenho certeza que a direção do Grêmio pensa assim também.

2 comentários:

Felipe disse...

Olá amigo, gostei do blog viu. Usa o Murall pra compartilhar as notícias na sessão de esporte. tah ai o link: www.murall.com.br

andré disse...

gostei muito do blog